100 MULHERES QUE FIZERAM A HISTÓRIA DAS ASSEMBLEIAS DE DEUS NO BRASIL

100 MULHERES QUE FIZERAM A HISTÓRIA DAS ASSEMBLEIAS DE DEUS NO BRASIL
100 MULHERES QUE FIZERAM A HISTÓRIA DAS ASSEMBLEIAS DE DEUS NO BRASIL - para conhecer esta obra, CLIQUE na imagem acima

CEMP

CEMP
Centro de Estudos do Movimento Pentecostal (Cemp) - Clique na imagem acima para entrar no site




ALERTA: A VERDADEIRA HISTÓRIA DOS HINOS DO PASTOR JOTINHA - LEIA AQUI.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

A VERDADEIRA HISTÓRIA DOS HINOS DO PASTOR JOTINHA


HISTÓRIA ORIGINAL DOS HINOS

“CHUVAS DE GRAÇA” (Nº 1)

“Ó DESCE, FOGO SANTO” (Nº 5)

“CRISTO, O FIEL AMIGO” (Nº 8)

“O GRANDE ‘EU SOU’ ” (Nº 84)

“DEIXA PENETRAR A LUZ” (Nº 96)

E

“MAIS PERTO, MEU DEUS, DE TI!” (Nº 187)

DA HARPA CRISTÃ


Tendo em vista o crescente número de telefonemas, e-mails e contatos pessoais, nos últimos meses, solicitando-me confirmação da veracidade histórica das afirmações do Sr. José Rodrigues, conhecido como Pastor Jotinha(1), "nascido em 1910", vivendo atualmente no Estado do Espírito Santo, de que são de sua autoria os seguintes hinos da Harpa Cristã: “Chuvas de Graça” (Nº 1), “Ó Desce, Fogo Santo” (Nº 5), “Cristo, o Fiel Amigo” (Nº 8), “O Grande ‘Eu Sou’ ” (Nº 84), “Deixa Penetrar a Luz” (Nº 96) e “Mais Perto, Meu Deus, de Ti!” (Nº 187), apresento abaixo as seguintes informações históricas colhidas por mim até este momento como pesquisador da história das Assembleias de Deus há 28 anos e como autor do Dicionário do Movimento Pentecostal e 100 mulheres que fizeram a história das Assembleias de Deus no Brasil (CPAD). (OBS.: Um resumo deste documento foi publicado no jornal Mensageiro da Paz em fevereiro de 2009.)
 
Informações Gerais

1. Nenhum dos seis hinos acima constou entre os 44 hinos do Cantor Pentecostal publicado em 1921 e usado pela Assembleia de Deus de Belém (PA), antes do lançamento da 1ª edição da Harpa Cristã.
2. Nenhum dos seis hinos acima constou entre 220 hinos do pequeno hinário Saltério Pentecostal, publicado em junho de 1931 por Gunnar Vingren, no Rio de Janeiro, para suprir uma carência de exemplares da Harpa Cristã.
3. Na 2ª edição da Harpa Cristã, publicada em 1923 e também na 4ª edição de 1932, somente cinco desses seis hinos acima referidos podiam ser encontrados entre os seus 300 hinos. O “Chuvas de Graça” é o Nº 11; o “Cristo, o Fiel Amigo” é o Nº 20 com o título “Só Jesus”; o “Ó Desce, Fogo Santo” é o Nº 21 com o título “Consagração”; o “O Grande ‘Eu Sou’ ” é o Nº 22 com o título “Victoria do Crente”; e o “Deixa Penetrar a Luz” é o Nº 43 com o título “A Luz de Deus”. Em todos eles aparecem a sigla J.R. (José Rodrigues) como o autor das letras em português para a Harpa Cristã.  O hino Nº 187, “Mais Perto, Meu Deus, de Ti!” não consta nas edições da Harpa Cristã acima referidas.
 
A seguir, a história original e específica de cada um dos seis hinos comparada com a "versão histórica" apresentada pelo Pastor Jotinha em seus testemunhos, os quais estão disponíveis também na Internet.



Nº 1, “Chuvas de Graça”

O hino Nº 1, “Chuvas de Graça”, foi escrito originalmente em inglês pelo norte-americano Daniel Webster Whittle (D.W.W.) em 1883, sob o título “There Shall be Showers of Blessing”, sua música é de James McGranahan (J.M.) e foi publicado no hinário Gospel Hymns sob o Nº 4. Na América ficou conhecido apenas como “Showers of Blessing”. Foi traduzido para o português em 1890, por Salomão Luiz Ginsburg ao chegar ao Brasil como missionário. Em 1923, constava no hinário da Igreja Evangélica Congregacional, Salmos e Hinos, 4ª edição, sob o N° 331.
Pastor Jotinha, no vídeo http://www.youtube.com/watch?v=W6W9NWU1oac, afirma que ele escreveu este hino ao ser inspirado em oração num monte quando uma irmã usou da palavra (em profecia) “eu enviarei à minha igreja chuvas de graça; eu darei fortaleza aos meus servos e às minhas servas; darei ricas bênçãos sem par”. Ele, então, pegou o lápis, escreveu e Deus lhe deu o hino “Chuvas de Graça”. Em seguida, ele deu o hino para o evangelista Adriano Nobre que disse para ele que iria colocar como o hino Nº 1 da Harpa Cristã. Adriano teria dito ainda que ele fosse orar mais, pois Deus lhe daria outros hinos.
- Realmente, foi o então evangelista Adriano Nobre quem editou a primeira Harpa Cristã em 1922.
- Mas, desde 1883 o original em inglês usa a palavra “chuva” como idéia central da abundância de bênçãos do Senhor, ainda que a versão da nossa Harpa Cristã peça “bênçãos do Consolador”. A letra da primeira versão em português feita em 1890 pelo missionário batista Salomão Luiz Ginsburg, no Salmos e Hinos,  mantém a palavra “chuva”.  Portanto, antes mesmo de Jotinha ter nascido já existia este hino usando justamente a palavra “chuva” como idéia-central da mensagem que ele diz ter ouvido da boca da tal irmã num monte.
Compare as letras:

Letra original inglês escrita por Daniel Webster Whittle, em 1883

“There Shall be Showers of Blessing”
There shall be showers of blessing:
This is the promise of love;
There shall be seasons refreshing,
Sent from the Savior above.

Refrain

Showers of blessing,
Showers of blessing we need:
Mercy drops round us are falling,
But for the showers we plead.
There shall be showers of blessing,
Precious reviving again;
Over the hills and the valleys,
Sound of abundance of rain.

Refrain

There shall be showers of blessing;
Send them upon us, O Lord;
Grant to us now a refreshing,
Come, and now honor Thy Word.

Refrain

There shall be showers of blessing:
Oh, that today they might fall,
Now as to God we’re confessing,
Now as on Jesus we call!

Refrain

There shall be showers of blessing,
If we but trust and obey;
There shall be seasons refreshing,
If we let God have His way.

Refrain
(entre no site http://library.timelesstruths.org/music/There_Shall_Be_Showers_of_Blessing/ e ouça este hino)

Abaixo, a letra da versão em português por Salomão Luiz Ginsburg em 1890, no Salmos e Hinos


Abaixo a letra da versão da Harpa Cristã que é atribuída a um irmão chamado José Rodrigues

- O “Chuvas de Graça” consta na 2ª edição da Harpa Cristã e não se sabe se ele entrou na 1ª edição, pois não há nenhum exemplar dessa edição nos arquivos da CPAD.  O Nº dele na 2ª edição da Harpa Cristã e nas edições seguintes é 11. Só a partir  da edição de 1941, organizada pelo pastor Paulo Leivas Macalão, com os tradicionais 524 hinos, que ele se tornou o Nº 1. Antes, o hino Nº 1 das primeiras edições da Harpa Cristã era o “Glória” de autoria do pastor Manoel Higyno de Souza.
- Foi feita também uma versão deste hino, do inglês para o sueco e foi publicada no hinário sueco Segertoner, sob o Nº 16, conforme cópia abaixo:

- Jotinha afirma no início do vídeo que Gunnar Vingren e Daniel Berg chegaram à cidade onde vivia, Santa Maria(2) e o encontrou pastor na igreja batista local. Os dois missionários visitantes lhes falaram do batismo com o Espírito Santo, ele creu e foi batizado. Também, Gunnar Vingren e Daniel Berg foram à igreja batista local, todos ali aceitaram a doutrina pentecostal e a igreja passou a se chamar “missão missionária apostólica da fé”. Bem, primeiro, não há registro documental nenhum que nos informe qualquer visita de Gunnar Vingren ao Estado do Rio Grande do Sul. Daniel Berg é possível, pois ele viveu no Brasil até 1962. O Estado mais ao extremo sul que Vingren visitou durante seus 22 anos no Brasil foi Santa Catarina (fez duas viagens, uma em 1920 e outra em 1931). Todas as suas viagens estão registradas em seu livro O Diário do Pioneiro e nas suas agendas-diário que estão guardadas nos arquivos da CPAD no Rio de Janeiro. Essas agendas-diário cobrem informações de mais de 70% do tempo em que Vingren passou no Brasil.(3)
Segundo, na história pentecostal de Santa Maria não consta este “episódio extraordinário” de toda uma membresia batista ter se tornado pentecostal. O primeiro culto pentecostal aconteceu num lugar chamado Arroio do Só em 1º de dezembro de 1929 com a chegada do missionário sueco Gustav Nordlund ao Rio Grande do Sul. (4) Fato reafirmado pelo presbítero da AD de Santa Maria, Davi Martins Correa, crente antigo e com parentesco com os primeiros crentes pentecostais daquela cidade. Irmão Davi asseverou-me, em conversa por telefone, que nunca houve em Santa Maria tal episódio narrado pelo Pastor Jotinha.
Terceiro, ele afirma no referido vídeo que, nessa época, ele era pastor batista. Cruzando este vídeo com outro em que ele conta a história da chegada da sua família a Santa Maria da Boca do Monte, dá-nos a entender que, nessa época, quando os dois pioneiros o encontraram e o convidou para acompanhá-los, ele era um pastor batista com mais ou menos 15 anos de idade!
Quarto, Gunnar Vingren tinha o hábito de anotar todos os seus passos, tudo o que ele fazia, em suas agendas-diário. Vingren era extremamente meticuloso, detalhista. Ele menciona o nome de todas as cidades e lugares que visitava, anotava o nome de cada pessoa que ele conhecia pela primeira vez, quem o acompanhava em suas viagens missionárias e evangelísticas, quem era seus cooperadores, e até anotava trivialidades como, por exemplo, “fui passear com os meus filhos em Icaraí [uma praia de Niterói]” ou “[hoje] arrumei alguns livros”.  Então, é muito estranho não constar em nenhuma de suas agendas-diário o “encontro histórico” dele com o tão prodigioso jovem pastor batista Jotinha no Sul do país.

Veja uma amostra das agendas-diário:


Quinto, o ocorrido em Santa Maria (o encontro dos dois pioneiros com Jotinha e a “conversão pentecostal” de toda uma igreja batista) certamente ficaria registrado nos primeiros periódicos das Assembleias de Deus (Boa Semente, O Som Alegre e Mensageiro da Paz), porém, não há menção a nada disso neles.  Nem Emílio Conde registrou nada disso quando escreveu sobre o início pentecostal em Santa Maria na primeira edição do livro História das Assembleias de Deus no Brasil, publicado em 1960 (veja pp. 328, 329 e 331-333).
Notícias de igrejas e pastores batistas que se tornaram pentecostais, inclusive no Rio Grande do Sul, não deixaram de ser registrados em nossas fontes históricas pela repercussão que o fato provocava (leia, por exemplo, a história do ex-pastor batista, gaúcho, Paulo Malaquias no Dicionário do Movimento Pentecostal, p. 444).
Sexto, Jotinha afirma que foi dado à novel igreja pentecostal de Santa Maria o nome “igreja missionária apostólica da fé” e que era o nome da Assembleia de Deus na época. Aqui, dois erros históricos: O nome correto é “Missão Fé Apostólica” (veja abaixo a página da agenda de Gunnar Vingren de 1913 onde ele informa este nome) e este nome não mais era usado na época em que Jotinha conheceu Vingren e Berg, pois dá-nos a entender a narrativa de Jotinha que seu encontro com os pioneiros ocorrera por volta de 1925. O nome “Missão Fé Apostólica” deixou de ser usado bem cedo por volta de 1915, ocasião em que se passou a utilizar o nome atual “Assembleia de Deus” e o registro oficial deste nome ocorreu em 1918. (5)


Observe a setinha no lado direito da agenda onde Gunnar Vingren diz que o nome era Missão Fé Apostólica


Nº 5, “Ó Desce, Fogo Santo”

O hino Nº 5, “Ó Desce, Fogo Santo” foi originalmente escrito pelos norte-americanos Mrs. James, sob o título “My All Is On The Altar” e a música foi dada pela pianista metodista Phoebe Palmer Knapp (1839-1908). Consta no hinário Redemption Songs, sob o Nº 609. Foi incluído na 2ª edição (1889) do hinário da Igreja Evangélica Congregacional, Salmos e Hinos, sob o título “Consagração Pessoal” (Nº 332, antigo Nº 232) com tradução para o português de João Gomes da Rocha, em 1888.


N° 8, “Cristo, o Fiel Amigo”

O hino N° 8, “Cristo, o Fiel Amigo”, foi escrito originalmente em inglês pelo norte-americano Johnson Oatman Junior (J.O.Jr.) em 1895, sob o título “There’s not a friend like the lowly Jesus”, que foi musicado por George C. Hugg (G.C.H.). Em 1923 este hino podia ser encontrado no hinário Sacred Songs e Solos sob o N° 904. A primeira versão em português foi feita pelo missionário batista Albert Lafayette Dunstan (1869-1937) e foi publicada no hinário batista Cantor Cristão sob o título “Amigo Incomparável” (Nº 81). O mesmo original americano foi traduzido para o sueco e incluído no Segertoner de 1929 sob o título Ingen lik Jesus (Ninguém como Jesus) (Nº 68). Foi feita uma versão para cantá-lo nas Assembleias de Deus com o título “Só Jesus”.



N° 84, “O Grande ‘Eu Sou’ ”
O hino N° 84, “O Grande ‘Eu Sou’ ”, foi escrito pelo pastor norte-americano Edgar Page Stites (E.P.S.) em 1876 sob o título “Beulah Land”, inspirado em Isaías 36.17. Sua música é do professor de música presbiteriano John Robson Sweney (J.R.S.). Foi adaptado para o português em 1891 pelo missionário metodista Justus Henry Nelson e, em 1919, constava na 4ª edição do hinário da Igreja Evangélica Congregacional, Salmos e Hinos, sob o N° 401 com o título “Bela Terra”.  Na edição atual do Salmos e Hinos é o 585.

Mais informações sobre a versão deste hino para a Harpa Cristã estão no tópico final deste artigo, “Quem é o ‘José Rodrigues’ registrado na Harpa Cristã?”



N° 96, “Deixa Penetrar a Luz”

O hino N° 96, “Deixa Penetrar a Luz”, foi escrito pela norte-americana Ada Blenkhorn (A.B.) em 1885 sob o título “Let the Sunshine In” e recebeu música por Charles Hutchison Gabriel (C.H.G.). Em 1923 podia ser encontrado no hinário Sacred Songs e Solos sob o N° 795. Consta no hinário da Igreja Evangélica Congregacional, Salmos e Hinos, sob o N° 302, com o título “Deixa o Sol em Ti Nascer” e tradução para o português de Antonio Querino Lomba, em 1900.


Nº 187, “Mais Perto, Meu Deus, de Ti!”

O hino Nº 187, “Mais Perto, Meu Deus, de Ti!”, foi escrito pela norte-americana Sarah Flower Adams (S.F.A.) em 1841 sob o título “Near, My God, to Thee”. A música foi escrita por Lowell Mason em 1856.
Sarah era compositora e, um dia quando estudava a Bíblia, ficou tão impressionada com a história do Gênesis, da visão de Jacó, em Betel, a escada que alcançava o céu, e os anjos que desciam e subiam por ela (Gn 28.10-19).
Sarah legou-nos outros 12 hinos.
Lowell Mason, músico sacro, deixou registrado na história que, em uma noite de 1856, depois de despertar de um sono, com olhos aberto na escuridão, na solidão da sua casa, veio a ele, pela manhã, a melodia para a letra escrita por Sarah Adams. (6)
Sua versão em português foi feita em 1888 pelo Dr. João Gomes da Rocha e foi publicado no hinário da Igreja Evangélica Congregacional, Salmos e Hinos, sob o N° 219, com o título “Mais Perto Quero Estar” (atual Nº 360).
Jotinha afirma no vídeo “Mais Perto Quero Estar” (www.youtube.com/watch?v=fPMu_LEOH9U) que ele escreveu este hino para um “irmão boadeiro” que lhe pediu um hino para também entrar na primeira edição da Harpa Cristã que seria “fechada” com 100 hinos.
Então vejamos o seguinte:
- As iniciais J.G.R. no hino 187 é de João Gomes da Rocha conforme o índice de autores nas páginas finais da Harpa Cristã.
- João Gomes da Rocha fez esta versão em 1888 para o Salmos e Hinos e foi utilizada a mesma versão (há pequenas variações) na Harpa Cristã, não somente a melodia. É tanto que o nome de João Gomes da Rocha foi mantido.
Interessante é que a letra vertida em português por João Gomes da Rocha é quase uma tradução direta do original em inglês de 1841. Para comparar basta consultar o site http://www.cyberhymnal.org/htm/n/m/nmgtthee.htm e ler a letra e colocar para tocar a melodia. É todo igual ao que é hoje desde o século 19.
Compare abaixo:

Letra original em inglês, escrita por Sarah F. Adams, em 1841:

Nearer, my God, to Thee, nearer to Thee!
E’en though it be a cross that raiseth me,
Still all my song shall be, nearer, my God, to Thee.

Refrain

Nearer, my God, to Thee,
Nearer to Thee!


Though like the wanderer, the sun gone down,
Darkness be over me, my rest a stone.
Yet in my dreams I’d be nearer, my God to Thee.

Refrain
There let the way appear, steps unto Heav’n;
All that Thou sendest me, in mercy given;
Angels to beckon me nearer, my God, to Thee.
Refrain

Then, with my waking thoughts bright with Thy praise,
Out of my stony griefs Bethel I’ll raise;
So by my woes to be nearer, my God, to Thee.


Refrain

Or, if on joyful wing cleaving the sky,
Sun, moon, and stars forgot, upward I’ll fly,
Still all my song shall be, nearer, my God, to Thee.

Refrain

There in my Father’s home, safe and at rest,
There in my Savior’s love, perfectly blest;
Age after age to be, nearer my God to Thee.


Refrain
(ouça a melodia original no site http://www.cyberhymnal.org/htm/n/m/nmgtthee.htm)

Abaixo, a letra da versão feita em 1888 pelo Dr. João Gomes da Rocha para o Salmos e Hinos:



Abaixo a letra da versão incluída na Harpa Cristã, mas que foi mantido a autoria da versão pelo Dr. João Gomes da Rocha:


- Quem foi João Gomes da Rocha? Foi o médico nascido em 1861 no Rio de Janeiro e falecido em 1947, filho de pais português, mas filho adotivo do casal Robert e Sarah Poulton Kalley, missionários fundadores da Igreja Congregacional no Brasil e da Escola Dominical. João Gomes estudou e se formou em Medicina na Inglaterra e seguiu os passos de seus pais adotivos na Igreja Congregacional e na música cuidando do hinário Salmos e Hinos até sua morte. Ele passou a maior parte da sua vida na Inglaterra, mas ele visitou o Brasil várias vezes e falava bem o português.  No Salmos e Hinos contam, entre versões e composições, 67 hinos com o seu nome. (7)


 Este hino só passou a constar na Harpa Cristã a partir de 1941 quando saiu o hinário com os tradicionais 524 hinos organizados por Paulo Leivas Macalão. Portanto, não constou em nenhumas edições anteriores, muito menos na primeira, como dá a entender pela narrativa de Jotinha no vídeo no Youtube.
- Se foi Jotinha quem escreveu este hino, então ele tinha em torno de 12 anos de idade quando o compôs, pois a primeira edição da Harpa Cristã com 100 hinos foi publicada em 1922 em Recife (PE) e ele nasceu em 1910. Além disso, como ele afirma que o tal “irmão boadeiro” se referia a ele como pastor, então ele tinha esta ordenação aos 12 anos!
- Se foi Jotinha quem escreveu este hino e a orquestra do Titanic o tocou enquanto o navio naufragava, então, Jotinha o compôs quando tinha 1 ano e 10 meses de idade!!! (Jotinha afirma ter nascido em 24 de junho de 1910 e o Titanic afundou em 15 de abril de 1912.)
- Pergunto: Como foi Jotinha o autor deste hino se, em 1901, William Mckinley, presidente dos Estados Unidos, à beira da morte, suas últimas palavras foram: “Mais perto quero estar meu Deus de Ti, mesmo que seja a dor que me una a Ti – foi minha constante oração”, segundo relatos do médico que o assistiu, no momento de dor, o Dr. M. D. Mann? E mais, na tarde de 5 de setembro de 1901, após 5 minutos de silêncio, várias bandas de música de Nova Iorque, tocaram este hino em memória do presidente.  Segundo Jotinha afirma, o seu nascimento se deu em 1910. Portanto, nove anos depois da morte de Mckinley.
- Ainda no vídeo “Mais Perto Quero Estar”, Jotinha conta como eram escritos os hinos para constar na Harpa Cristã (dá-nos a entender que eram para a 1ª edição de 1922) e, então ele disse o seguinte: “Eu fui debaixo de um pé de pitomba, estava a irmã Frida Vingren, a esposa do missionário fundador da Assembleia de Deus. Estava fazendo um hino, aí ela disse assim: Jotinha estou fazendo um hino aqui. Ai eu vi ela escrevendo, ‘Bem-aventurado os que confiam no Senhor...’ Ela estava fazendo aquele hino... ela fez o 126”. Dois problemas aí: Este hino não consta em nenhuma edição da Harpa Cristã antes de 1941. Exceto no hinário Psalterio Pentecostal, publicado em 1931, no Rio de Janeiro, pelo missionário Gunnar Vingren. O Nº dele é 120 e foi uma tradução do hino 174 do hinário sueco Segertoner, editado em 1929 por Lewi Pethrus. No lado direito do Nº 120 vem escrito “MUS. SEGERT. 174”, conforme pode ser visto na cópia abaixo.



Abaixo cópia do hino 174 “Bem-aventurados os que confiam no Senhor”, em sueco no hinário Segertoner (1929). O autor foi o sueco Emil Gustafson e a melodia adotada foi a folkmelodi (melodia popular). A missionária Frida Vingren, como musicista que era, apenas traduziu a letra e fez uma versão que foi incluída na Harpa Cristã a partir de 1941.





Quem é o “José Rodrigues” registrado na Harpa Cristã?

Quem é o “José Rodrigues” registrado na Harpa Cristã como o autor das letras dos seis hinos tratados aqui? Para tentar obter a resposta, consultei dois estudiosos da história da Harpa Cristã. Conversei demoradamente sobre este assunto com o maestro e juiz de Direito, Abner Apolinário, da Assembléia de Deus de Recife (PE), profundo conhecedor e amante da Harpa Cristã. Maestro Abner declarou-me que nada conhece a respeito do José Rodrigues da Harpa Cristã e nunca havia ouvido falar do “Pastor Jotinha”. Consultei também o maestro e pastor João Pereira, que trabalhou durante anos chefiando o extinto Setor de Música da CPAD e que também fez parte da Comissão que, de 1979 a 1992, revisou e atualizou a Harpa Cristã. A resposta do maestro João Pereira foi a mesma do maestro Abner Apolinário.
Um dos mais antigos obreiros das Assembléias de Deus, conhecido nacionalmente e ainda bastante lúcido, pastor José Pimentel de Carvalho, presidente da Assembleia de Deus de Curitiba (PR), segundo informou-me o irmão Tadeu Costa (secretário de educação cristã da AD Curitiba), quando consultado recentemente a respeito de José Rodrigues (Pastor Jotinha), disse que não o conhece e nunca ouviu falar sobre ele. (Pastor José Pimentel de Carvalho faleceu em 24 de fevereiro de 2011, aos 95 anos.)
Fiz também contato com Eliézer Cohen, pesquisador e historiador das Assembleias de Deus há mais de 30 anos. Ele, então, informou-me sobre um “José Rodrigues” mencionado em duas edições do extinto jornal Boa Semente, publicado pela Assembleia de Deus de Belém do Pará, de 1919 a 1930, e, em seguida, enviou-me cópias das referidas edições. 
 

O que Eliézer Cohen e eu descobrimos foi o seguinte: Na edição de 16 de abril de 1919, pastor Gunnar Vingren, diretor do Boa Semente, no Expediente, página 1, faz um pedido de oração aos leitores para um irmão chamado “José Rodrigues” nas seguintes palavras:

Orem pelo nosso amado irmão José Rodrigues, nosso auxiliar para que o Senhor lhe dê graça, força e saúde, para que ele continue a dar-nos tão importante auxílio como o que nos vem prestando.


Nesta mesma edição de 1919, foi publicado um hino sob o título “Victoria do Crente”. Abaixo do título aparece, entre parênteses, “Musica: Psalmos e Hymnos, n° 401”. Após a última estrofe, aparecem as informações “Pará-1919” e “José Rodrigues”. A letra não é a mesma criada por Justus Nelson e que fora publicada há alguns anos no hinário Salmos e Hinos, mas por meio da informação citada abaixo do título, obviamente, a música é a mesma do N° 401 do Salmos e Hinos, que, por sua vez, tinha a música do “Beulah Land” escrito pelo pastor norte-americano Edgar Page Stites em 1876. A menção “José Rodrigues” no final do texto dá-nos a entender que é o nome de quem criou a nova letra em português e intitulou o hino de “Victoria do Crente”. Esta letra é a mesma que aparece na 2ª edição da Harpa Cristã, publicada em 1923 e a mesma impressa nas atuais edições, com pequenas diferenças, sob o título “O Grande ‘Eu Sou’ ”, N° 84, que o “Pastor Jotinha” afirma ser o autor.



Três meses após a essas duas menções do nome “José Rodrigues” no Boa Semente de abril, no Expediente da edição do mesmo jornal em 27 de julho de 1919, pastor Gunnar Vingren dá a notícia de que o irmão “José Rodrigues” para o qual ele havia pedido orações anteriormente, morrera no dia 2 de junho daquele ano. Eis a nota do jornal:

Em nosso penúltimo número deste jornal pedimos as orações de todos os crentes em Jesus Cristo pelo nosso auxiliar, o irmão José Rodrigues, que o Senhor lhe desse graça, força e saúde para continuação de tão importante auxílio que nos vinha prestando. Mas aprovou a Deus tomar para si o nosso irmão, que dormiu alegre no Senhor no dia 2 de junho. Agora nós viemos pedindo aos nossos irmãos orar ao Senhor nos dê outro auxiliar para suprir a falta do nosso amado irmão em tão importante serviço que nos prestava.


Parece-me, pelas duas notas transcritas, que o “irmão José Rodrigues” havia sido um importante auxiliar de Gunnar Vingren e dos outros recém-chegados missionários, para a redação do jornal Boa Semente. Pois estes, nessa ocasião, ainda dependiam muito de brasileiros para lhes ajudar a redigir corretamente textos e hinos no idioma português. Por esta razão, também parece a mim e a Eliézer Cohen que este “José Rodrigues”, que morreu, bem pode ter sido o mesmo “José Rodrigues” que aparece como autor da letra do hino “Victoria do Crente” impresso na edição de 16 de abril de 1919 do Boa Semente, e, por sua vez, também autor das versões dos hinos 1, 5, 8 e 96. Por outro lado, se este autor “José Rodrigues” é o mesmo José Rodrigues (Pastor Jotinha), "nascido em 1910", que vive atualmente no Espírito Santo, ele, então, com apenas nove anos de idade, compôs uma bela letra e fez todo o trabalho de adaptação à métrica da música “Beulah Land”, para que os crentes assembleianos viessem a cantar uma versão em português deste hino americano. Além disso, ele conta em seu testemunho gravado em vídeo na Internet que, por volta de 1915, com 5 anos de idade, retornou com os seus pais para Israel, mas não informa quando voltaram para o Brasil (http://dartsresources.info/videos/watch-video/idhCMcBxD84/feldoz/pr.-jotinha-aparição-de-jesus-cristo.html).

São estas as informações que possuo no momento sobre este assunto. Reitero, aqui, o meu rigor técnico-científico, imparcial e impessoal, com o qual tenho pautado todo o meu trabalho de pesquisas e de redação de textos, conforme vem sendo comprovado pelos milhares de leitores da minha obra, o Dicionário do Movimento Pentecostal
 

Notas:
(1) Segundo publicações nos sites “HinosdaHarpaCristã.Googlepages.com” e “Adibes.com.br”, José Rodrigues é judeu, nascido em Cafarnaum, Israel, em 24 de junho de 1910, com o nome Josefus Rerullu. Em 1911, seus pais vieram refugiados para o Brasil. Tornou-se, então, um dos pioneiros das Assembléias de Deus, tendo sido amigo de Gunnar Vingren e Daniel Berg. Segundo ele afirma, compôs muitos hinos da Harpa Cristã que levam as iniciais J.R., entre eles os números 1, 5, 8, 84 e 96. Também afirma ser autor de diversos corinhos cantados nas Assembléias de Deus, como o “Eu quero ser Senhor amado como um vaso na mão do oleiro”, que compôs 1950. Afirma ainda nunca ter se casado e nunca ter sequer uma namorada, dedicando-se inteiramente à obra de Deus. Seria o único pioneiro da 1ª geração da AD que permanece vivo. É presidente de honra do Ministério da Assembléia de Deus do Ibes, Espírito Santo, liderado pelo pastor Levi Aguiar de Jesus Ferreira. Ele viaja pelo país afora dando testemunhos de suas experiências. Há CDs com sua história, filmes na Internet e fotos de divulgação.
Para ler mais sobre “Pastor Jotinha”, acesse http://harpacrista-fragmentos.blogspot.com/2008/01/jos-rodrigues.html e http://www.adibes.com.br/noticia_ver.asp?id=277.


(2) Jotinha conta no vídeo “Aparição de Jesus Cristo” (http://www.youtube.com/watch?v=idhCMcBxD84) como foi a sua chegada com a família à Santa Maria da Boca do Monte, atual Santa Maria (RS).

(3) Viagens de Gunnar Vingren feitas durante seus 22 anos (1910 a 1932) no Brasil
1914
Ceará
1915
Alagoas
1915/1916/1917
EUA/Suécia/Noruega/EUA
1920 (3 meses de viagens)
Ceará/Rio Grande do Norte/Paraíba/Pernambuco/Bahia/Espírito Santo/Rio de Janeiro/São Paulo/Santa Catarina
1921/1922/1923
Suécia
1923 (3 meses de viagens)
Alagoas/Espírito Santo/Rio de Janeiro
1924 (Mudança de residência, de Belém para o Rio)
Rio de Janeiro
1926
Minas Gerais
1928
Minas Gerais/Pernambuco/Paraíba/Alagoas
1929
Minas Gerais/São Paulo/Pernambuco/ Paraíba/Alagoas
1930
Bahia/Suécia/Portugal/Rio Grande do Norte/São Paulo
1931
Santa Catarina/São Paulo
1932
Suécia

(4)  O início da Assembléia de Deus em Arroio do Só se deu em 1928, com Norberto Flores, conforme reportagem publicada no Mensageiro da Paz de março de 1944, p. 7. Para informações históricas da Assembléia de Deus de Santa Maria, visite o site http://www.adsantamaria.org.br/história.html e leia as páginas 117 a 120 do livro Despertamento apostólico no Brasil, publicado em 1934, onde o missionário Gustav Nordlund conta como foi o início da Assembléia de Deus em Arroio do Só (Santa Maria).

(5) A ordenação do Pastor Jotinha pela Cadeeso é recente e o seu registro na CGADB é 43.610. Se ele é um pastor tão antigo, por que só há pouco tempo ele foi reconhecido?

(6) Para maiores informações sobre o nome “Fé Apostólica” e a mudança para “Assembléia de Deus”, veja Dicionário do Movimento Pentecostal, pp. 40, 41.

(7) Duas boas fontes históricas do hino 187 são o livro Histórias de Hinos, de Ethel Dawsey Ream, publicado em 1939, pp. 50, 51, e a revista Novas de Alegria, de setembro de 2006, seção “Hinologia”, escrita pelo pastor Torcato Lopes, sob o título “Mais perto, meu Deus, de Ti”, p. 18.

(8) A história do Dr. João Gomes da Rocha está no livro Música Sacra Evangélica no Brasil de Henriqueta Rosa Fernandes Braga, publicado em 1961, pp. 332, 333.

Fontes consultadas:
Cantor Pentecostal, editor Almeida Sobrinho, Tipografia Guajarina, Belém, 1921.
Harpa Cristã, Oficinas Irmãos Pongetti, Rio de Janeiro, 2ª edição, 1923.
Psalterio Pentecostal, editor Gunnar Vingren, Estabelecimento Gráfico Fernandes & Rohe, Rio de Janeiro, 1931.
Música Sacra Evangélica no Brasil (contribuição à sua história), Henriqueta Rosa Fernandes Braga, Livraria Kosmos Editora, Rio de Janeiro, 2° trimestre de 1961, 448 pp.
“O Grande ‘Eu Sou’ ”, Hinos que Cantamos, Rolando de Nassau, A Seara, CPAD, out/1981, p. 15.
"Deus Prometeu com Certeza”, Hinos que Cantamos, Rolando de Nassau, A Seara, CPAD, jan/1982, p. 28.
“Cristo, o Fiel Amigo”, Hinos que Cantamos, Rolando de Nassau, A Seara, CPAD, ago/1982, p. 28.
Salmos e Hinos com Músicas Sacras, Igreja Evangélica Fluminense, Rio de Janeiro, 5ª edição, 1975, 1149 pp.
Salmos e Hinos, Igreja Evangélica Fluminense, Rio de Janeiro, 1976, 597 pp.
Amazing Grace – 366 Inspiring Hymn Stories for Daily Devotions, Kenneth W. Osbeck, Kregel Publications, EUA, 1990, 397 pp.
101 Hymn Stories, Kenneth W. Osbeck, Kregel Publications, 1982, 288 pp.
101 More Hymn Stories, Kenneth W. Osbeck, Kregel Publications, 1985, 327 pp.
Sites de músicas cristãs estrangeiras: Cyber Hymnal, http://www.cyberhymnal.org; Christian Hymnal, http://www.kt.rim.org.jp/; The Ames Hymn Collection, http://junior.apk.net/~bmames/hymnsnj.htm.

Por Isael de Araujo, pastor e escritor.

Chefe do Centro de Estudos do Movimento Pentecostal (Cemp)
CPAD

31 comentários:

marcospalma@mac.com disse...

Caro Pastor,

Gostaria de agradecer a Deus por sua vida. Depois de tao convincentes esclarecimentos so desejo dizer ao irmao que continuue neste trabalho pois o amor a este grande movimento chamado Assembleia de Deus nos deixa felizes e orgulhosos de termos um cientista de nossa historia. Continue... e obrigado.

Marlon José de Lima disse...

Irmão.

Parabéns pelo estudo, realmente esclarecedor. Daí temos uma conclusão que o irmão Pastor Jotinha está faltando com a verdade em seus testemunhos. E se ele é assembleiano não caberia a liderança alertar os irmãos a respeito? E mais. Alertar às igrejas que não recebam o testemunho do irmão, que não está pautado na verdade?

Em Cristo.

Anônimo disse...

Caro Pastor Isael,
Parabéns pelo seu trabalho!
Gostaria de saber o seguinte, se esse tal de pastor Jotinha falta com a verdade se apropriando de algo que não é dele (o que é crime) porque a CGADB e a CADEESO não excluem ele do rol de membros e também não fazem um alerta geral em seus órgãos de comunicação alertando o povo de Deus que o que esse homem fala é mentira?
Um abraço,

José de Oliveira

Anônimo disse...

caro pasto eu do lovores a DEUS por sua vida obrigado pelos esclarecimento q nos tem ajudado demais cotinui asim sempre, a paz do senhor JESUS CRISTO.

cássia disse...

boa noite,,ao avaliar suas informações tive a conclusão de que você é um tremendo de um critico sem informações. suas opiniões não valeram de nada pois as informações postadas aqui é fútil e sem fundamentos, vc precisa conhecer jesus, sentir jesus. dai sim voce saberá o que é amor pelo próximo, dai sim voce saberá o que é vida, o que é vida para você meu irmão? você acha que DEUS é menino é? quem poderia contender com o senhor DEUS.não perca seu tempo com calunias e difamações, aprenda a ser um cristão de verdade por que ser crente é ter amor e não ser critico. quem é você senhor? o que você faz para DEUS? SERÁ QUE DEUS É CONTIGO COMO VOCÊ PENSA? pesquisa um pouco mais sobre o amor de jesus,vai fundo amigo, pesquisa profundamente, ele te dara a resposta do certo e do errado. so não esqueça de uma coisa tudo ele vê, pois não ha nada oculto que não seja revelado não é? até breve.. a paz do senhor.

Ruth disse...

Cássia, qual é a parte sem fundamento e fútil? Quem realmente te garante que o Pr. Jotinha não está mentindo? Se alguém questionar a existência de Jesus, o que você tem como prova? A Bíblia, certo? Documento. O autor do artigo apresentou documentos irrefutáveis que discordam das afirmações de Jotinha. Não ataque, querida, analise bem as questões apresentadas e se dê o benefício da dúvida.

Ruth disse...

Cássia, dá uma olhadinha nesse link.http://www.oalerta.com/portal/modules/news/article.php?storyid=279

A VERDADE DÓI disse...

Por que não faz também uma postagem sobre o Pr. José Wellington e sua ligação com a Maçonaria, baseado na denuncia do Pr. Stefanis Saad? O Presidente da Madureira apostatou da fé também e aliou-se ao reverendo Moon. Vai falar também pesquisador profícuo? A política entranhou-se em nosso meio Assembleiano que permitem tal paradoxo. Se ele está errado porque a CGADB permite? Se ele está certo porque estão lhe caluniando? Michel Teló dizia-se autor da música profana "ai se eu te pego" e constatou-se que as autoras são paraibanas. Você está defendendo "autores" americanos. Até hoje os EUA dizem que são os pais da aviação contradizendo o mundo inteiro, que afirma ser nosso Santos Dumont. Por causa de Politica arrasaram com o Pr. Ouriel de Jesus, por ser sua popularidade nos EUA ser maior do que a do Pr. Joel Freire ante as autoridades. Tenham vergonha na cara e respeitem a idade do idoso Pastor. Ou pensam que essa Calúnia vai ficar barato? Quero ver se vai ter coragem de publicar

PASTOR LUIZ disse...

PARABENS A VC "VERDADE DOI" ESTOU CONTIGO SOU PASTOR LUIZ DA ASSEMBLEIA DE DEUS PALAVRA VIVA LIGADO A CGADI, FAÇO AS TUAS PALAVRAS A MINHA....

doni _guedes disse...

amados penso uma coisa si ele esta mentindo porque a CGADB nao casa seus direitos como pastor e porque na harpa no rodape das musicas citadas,esta as letras jr .que e isso porque essa critica essa perseguiçao ao irmao ele ganharia oque com mentiras,ou isso e que vcs si tornaram tao incredulos,que nao creem mais nos milagres em mais nada,si tornaram roboticos,teologicos cheios de hipocrizias.amado eu mi irei ao ver comentarios tao hipocritas eu sou um milagre de JESUS pela fe tive 9 tumores de cancer no figado.sou um vencedor em CRISTO JESUS e creio em milagres como o pastor jotinha tem pregado que pena que vcs tenham si tornado tao incredulos

Danemax. Village disse...

Eu gostaria de formar uma opinião apenas se ouvisse também o que o pastor Jotinha disse sobre isso, e se investigasse por conta própria. Há muitos caluniadores e perseguidores de grandes homens de Deus em nossos dias, e é difícil de acreditar que um pastor de cem anos de idade - à beira de partir para a glória - arrisque sua coroa na Eternidade por uma coisa tão fútil.

Vocês que criticam mecanicamente, e que adoram divulgar esse tipo de notícia sem se importar com os escândalos e com as consequências, aprendam a serem críticos de si mesmos: Aprendam a serem céticos com relação ao próprio ceticismo também!

Pra mim, a vítima tem direito de defesa, e até que apresente sua versão, as "provas" não são conclusivas... Há postagens na internet de pessoas que convivem e conhecem o Pastor Jotinha e defendem sua idoneidade...

cristina dos santos miranda disse...

Parabéns,Pr Isael por excelente trabalho realizado no campo histórico do nascedouro de nossa denominação.Não falo aqui de política nem de Convenção,mas de fatos e conduta,por isso sejamos sóbrios e e emocionalmente equilibrados ao avaliar tal situação.Ninguém gosta de ser engando?Certo?Por isso vale apena cautela.É inegável a existência de provas que firmem o contrario que o idoso Pr Jotinha tem divulgado publicamente.
E aos demais não se escandalizem com isso,a bíblia é espada de dois gumes,se o Pr Jotinha estiver errado ...A sentença esta lavrada. Rm 14.12typruftbaloc

cristina dos santos miranda disse...

Parabéns,Pr Isael por excelente trabalho realizado no campo histórico do nascedouro de nossa denominação.Não falo aqui de política nem de Convenção,mas de fatos e conduta,por isso sejamos sóbrios e e emocionalmente equilibrados ao avaliar tal situação.Ninguém gosta de ser engando?Certo?Por isso vale apena cautela.É inegável a existência de provas que firmem o contrario que o idoso Pr Jotinha tem divulgado publicamente.
E aos demais não se escandalizem com isso,a bíblia é espada de dois gumes,se o Pr Jotinha estiver errado ...A sentença esta lavrada. Rm 14.12

PR Enilson disse...

Veio a mim um dvd deste jotinha,fui pesquisar a repeito por ele ter falado algo que não é verdade, ele disse ser o altor do hino vaso novo, e o autor deste hino é um amigo honrado e está vivo e seu nome é PR Nilton Thuler é fundador de uma das mais antiga clinica de recuperação do Paraná clinica MOLIVE e não foi só composto por ele O Vaso Novo como vários outros entre eles Quem é este

PR Enilson disse...

Veio a mim um dvd deste jotinha,fui pesquisar a repeito por ele ter falado algo que não é verdade, ele disse ser o altor do hino vaso novo, e o autor deste hino é um amigo honrado e está vivo e seu nome é PR Nilton Thuler é fundador de uma das mais antiga clinica de recuperação do Paraná clinica MOLIVE e não foi só composto por ele O Vaso Novo como vários outros entre eles Quem é este

Pedro Rocha disse...

O Pr Moabel Souza, postou um vídeo com novas verdades sobre o dito Pr Jotinha!
Em 176 comentários, foi aplaudido por muitos, e criticado por outro tanto.
Infelizmente nos meio cristão, há quem pregue a fé cega; incondicional.
O cidadão com uma gravata no pescoço, e uma Bíblia nas mãos fala qualquer bobagem, e imediatamente vira uma mensagem divina. Quando não passa de profanação!
E ainda ficam irados contra quem tenta abrir-lhes os olhos ante os disparates!
Esse Jotinha deveria sim, ser processado por usurpação e falsidade ideológica!
A Igreja também tem lá sua parte na culpa, por ser leniente com esses absurdos!

Anônimo disse...

COM TANTOS ECANDALOS ACONTECENDO DENTRO DAS IGREJAS,FICA ATÉ DIFICIL DA GENTE SABER QUEM TA FALANDO A VERDADE OU A MENTIRA,REALMENTE ISSO TUDO É MUITO ESCARNECEDOR,EU JÁ O VI PREGAR E CONTAR SEUS FEITOS DE PERTO,E REALMENTE É MUITO CONVICENTE.AGORA SÓ QUEM PODE JULGAR É DEUS,E SE ELE TEM CULPA,SE ESTÁ MENTINDO,NÃO CABE A NENHUM DE NÓS JULGAR,ELE NÃO SERÁ O ULTIMO,NEM O PRIMEIRO A PREJUDICAR A IGREJA,ELE SÓ SERÁ MAIS UM DOS QUE TRAZEM ESCANDALO AO POVO DE DEUS,E TANTOS OUTROS QUE ESTÃO AI,PRATICANDO TODO ATO DE ABERRAÇÃO DENTRO DE NOSSAS IGREJAS E...?????????NADA ACONTECE ESTÃO FAZENDO E ACONTECENDO E O POVO ESTÁ MORRENDO.E AI QUEM É QUE SE MANIFESTA,PRA DENUNCIAR OS CRIMES DA FALTA DE AMOR AO PROXIMO,DA HIPOCRISIA ECLESIASTICA?EU NÃO ME ESPANTO COM ISSO.TODOS NOS JA SABEMOS,QUE NO FINAL DOS TEMPOS TODAS ESSAS COISAS ACONTECERIAM...

Anônimo disse...

A paz do Senhor e Salvador Jesus Cristo,se for mentira porque não o proibem?pois cita varios nomes,e outra porque estamos nos degladiando entre nós,é ora de fazemos a obra do Senhor,orando mais,amando mas,obdecendo mas,clamando mas,pois cada um dara conta de si.Se foe verdade ou mentira do mesmo jeito teremos que orar por ele.Jesus está voltando,não espera ter reconhecimento dos homens,sejá reconhecido de Deus que os homens automaticamente te reconhecerão.

Antonio Carlos disse...

uma coisa sei e vou dizer:alguem está mentindo,qual dos dois, o que postou esta matéria,ou o pr.jotinha. as provas apresentadas na minha humilde opinião, não são incontestáveis como alguns irmãos acham.uma coisa sei, Deus não precisa que alguem minta para fazer a sua obra,pois quem mente não serve a Deus,mas ao diabo que é o pai da mentira. se for verdadeiras afirmações do pr.Israel então que o pr.JR se converta do seu pecado,se sor verdadeiras as afirmações do pr.JR que o pr.Israel converta-se.

JOSUÈ COSTA disse...

O PASTOR JOTINHA É APENAS UM SENHORZINHO QUE FOI MAU EDUCADO PELOS "ESPERTALHÕES", UMA CORJA DE LIDERES QUE FIZERAM DA IGREJA UMA FONTE DE LUCRO. PREFIRO ESTUDAR PARA SER UM MÉDICO, UM ENGENHEIRO OU MESMO UM PROFESSOR HONESTO, DO QUE SER UM SACERDOTE MAL CARÁTER.

André disse...

uma pessoa ecreveu em um dos comentários: "é difícil de acreditar que um pastor de cem anos de idade - à beira de partir para a glória - arrisque sua coroa na Eternidade por uma coisa tão fútil". ora essa, a pessoa vive atanto tempo nessa terra e ainda não percebeu o que as pessoas e o mundo é capaz de fazer para nos enganar??? a uma pessoa chamada Cassia que, ao meu entender, nem leu toda a postagem, deve ser preguiça ou falta de discenimento. pois, em nenhum momento ele faz crítica literalmente dita, ele apenas dispõe dados históricos que as pessoas vão tirar as próprias decisões de acreditar ou não. se contar que houve um que está achando que isso é conflito político. esse também tem que ler direito o que está escrito (tudo), ora, ninguém propos EUA no meio, Deus escolhe quem ele quer. Agora vai ta difícil torcendo pr'o Brasil como se isso fosse um jogo... a paz do Senhor esteja com todos, hoje e sempre...

Nadir disse...

Paz seja com todos.
Sou Assembleiano, creio em Deus acima de tudo e de todos. Mas, ao assitir o video do Pr Jotinha, percebi alguns exageros em seus testemunhos. Que Deus me perdoe se estiver errado, e pesso perdão por ele também se estiver mentindo. Caros irmãos, não há meias verdades e nem meias mentiras. Verdade é algo absoluto, fora disto é mentira.

Anônimo disse...

jovens, que tal abrir um espaço para o Pastor Jotinha se pronunciar a respeito de tais acusações e pedir que ele prove documentalmente os fatos afirmados em seus testemunhos e entrevistas... Seria mais justo e coerente tais coisas antes de julgá-lo, pois toda e qualquer acusação merece uma defesa por parte do acusado, caso queira defender-se e no caso de recusar-se a defender-se, ou defender-se mal, aí sim, poder-se-ia formar algum juízo de valor acerca de tudo o que for dito....Tudo bem...

danyzinha disse...

Tem crentes iguais católicos a verdade está na cara mas nao querem acreditar. Esse tal de jotinha mente descaradamente, não sou assembleiana sou da batista e sei q esses hinos ja existiam ha muito tempo. Fizemos um trabalho sobre alguns hinos no seminário e vimos quem são os autores e com certeza não são desse tal de jotinha.

Anônimo disse...

A PAZ DO SENHOR pra todos! Faz algum tempo ouvi falar do Pr. Jotinha! Suas virtudes, suas histórias são fantásticas. A CGADB não o expulsa porque está em dia com suas obrigações. Segundo um amigo que estuda música, o fato dos hinos terem semelhança na melodia com hinos antigos estrangeiros, é porque as melodias são de domínio público pelo tempo que foram criadas. Alguns hinos cantados pelos pentecostais, quando foram compostas(melodias), nem eram sacras. O Jotinha devia se defender, onde ele estiver sendo acusado, aqui por exemplo.

Anônimo disse...

Ao assistir o vídeo do Pr. Jotinha pela primeira vez, algo me chamou atenção: as datas que ele dava não se encaixavam com o restante da história. Me chamou a atenção também, o fato de um judeu da tribo de Judá, ter o nome e sobrenome tipicamente português. Tentei entender como um judeu pode ser chamado João Rodrigues. Comecei a pesquisar mais sobre o assunto. Hoje, anos depois me deparo com mais um artigo sobre o assunto. E cada vez levo mais a sério as Palavras do Mestre quando diz: "Acautelai-vos para que ninguém vos engane".

jns jbs disse...

Quando assisti o vídeo do pastor Jotinha, eu disse para minha Esposa, se essas afirmações forem verdadeiras é para a salvação dele, e gloria de Deus mais se forem mentira é para a perdição dele e gloria de Deus. isso não quer dizer que ele não tenha chance de se salvar, pois o Homem pode ser salvo no ultimo respiro desde que tenha força para pedir perdão a Deus. NOTA não sei como alguém pode criticar um levantamento minucioso como este. Parabéns Pastor...

jns jbs disse...

Quando assisti o vídeo do pastor Jotinha, eu disse para minha Esposa, se essas afirmações forem verdadeiras é para a salvação dele, e gloria de Deus mais se forem mentira é para a perdição dele e gloria de Deus. isso não quer dizer que ele não tenha chance de se salvar, pois o Homem pode ser salvo no ultimo respiro desde que tenha força para pedir perdão a Deus. NOTA não sei como alguém pode criticar um levantamento minucioso como este. Parabéns Pastor...

Anônimo disse...

já era jotinha, todos te descobriram...

Anderson Costa disse...

Quero agradecer a Deus pela vida do sr.que abrilhanta o arraial dos santos e que nos dá segurança e confiança em continuar trilhando pelo caminho das Escrituras Sagradas.
Deus lhe abençoe poderosamente.

Anderson Costa disse...

Precisamos estar de ouvidos e olhos sempre abertos para pesar na balança o que é ensinado e pregado, e coragem para desmascarar certos propagadores da mentira.
Amado pastor Isael de Araújo, continue sendo como é, corajoso e honesto para este ministério que Deus lhe chamou.

Google+ Followers

DICIONÁRIO FOI LANÇADO NA CONVENÇÃO DAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS DE ALAGOAS E NA AD DE MACEIÓ

DICIONÁRIO FOI LANÇADO NA CONVENÇÃO DAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS DE ALAGOAS E NA AD DE MACEIÓ
O autor presenteou o pastor José Antonio dos Santos, pastor-presidente da AD de Maceió e presidente da Comadal, com um exemplar do Dicionário
Encerrando sua primeira viagem de lançamento no Nordeste, o autor, Isael de Araújo, no dia 6 de maio, terça-feira à tarde, falou sobre o Dicionário do Movimento Pentecostal para dezenas de obreiros da Comadal, presidida pelo pastor José Antonio dos Santos (Zé Neco). À noite, no tradicional culto de ceia do Senhor e na comemoração dos 22 anos de pastorado do José Antonio na AD de Maceió, o autor recebeu a oportunidade de falar para toda a igreja sobre o Dicionário.
Pastor José Antonio, também atual 1° vice-presidente da Mesa Diretora da CGADB e presidente da Umadene, é verbete do Dicionário (p. 764). Pioneiros e antigos pastores da AD de Maceió são verbetes do Dicionário: Otto Nelson (pp. 503-505), Antônio Rego Barros (pp. 116, 117), Gustav Arne Johansson (p. 402), Jovenal Pedro da Silva (p. 803) e Manoel Pereira Lima (p. 427). Exemplares do Dicionário foram vendidos na livraria da igreja pelo funcionário Eliel Júnior, da filial da CPAD em Recife.
Veja as fotos:

DICIONÁRIO FOI LANÇADO NA CONVENÇÃO DAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS EM PERNAMBUCO E NA AD DE RECIFE

DICIONÁRIO FOI LANÇADO NA CONVENÇÃO DAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS EM PERNAMBUCO E NA AD DE RECIFE
O autor presenteou o pastor Ailton José Alves, pastor-presidente da AD de Recife e presidente da Conadepe, com um exemplar do Dicionário
No dia 5 de maio, segunda-feira à tarde, o autor, Isael de Araújo, falou sobre o Dicionário do Movimento Pentecostal para centenas de obreiros da Conadepe, presidida pelo pastor Ailton José Alves. À noite, quando a AD de Recife, presidida pelo pastor Ailton, se reuniu no tradicional culto de ceia da primeira segunda-feira do mês, o autor foi convidado a trazer a mensagem da Palavra de Deus e falar sobre o Dicionário.
A igreja possui quatro rádios e uma TV na internet que transmitem seus principais cultos.
A AD de Recife é uma das igrejas mais históricas das Assembléias de Deus no Brasil, possuindo atualmente, segundo pastor Ailton, 215.000 crentes na capital e cerca de 800.000 no interior. Ela, além de ter sido pastoreada por destacados líderes como Joel Carlson (pp. 156, 157), José Amaro da Silva (pp. 799, 800) e José Leôncio da Silva (pp. 802, 803), é berço do Círculo de Oração (pp. 189, 190), das Campanhas Evangelizadoras (p. 152) e da Harpa Cristã (pp. 341, 342). O atual pastor-presidente, Ailton José Alves, também é verbete do Dicionário (p. 17).
Após o encerramento do culto, funcionários da filial da CPAD de Recife, sob a gerência do presbítero João Batista, venderam exemplares do Dicionário na entrada principal do templo-central. Veja as fotos:

DICIONÁRIO FOI LANÇADO EM ABREU E LIMA NA COMEMORAÇÃO DOS 80 ANOS DA IGREJA

DICIONÁRIO FOI LANÇADO EM ABREU E LIMA NA COMEMORAÇÃO DOS 80 ANOS DA IGREJA
Pastor Roberto José dos Santos, pastor-presidente da AD de Abreu e Lima, e presidente da Comadalpe, ao lado do autor, apresentando o Dicionário
O autor, Isael de Araújo, falou sobre o Dicionário do Movimento Pentecostal na Escola Bíblica da Assembléia de Deus de Abreu e Lima (PE), presidida pelo pastor Roberto José dos Santos, no dia 2 de maio. No sábado, o autor participou da festa dos 80 anos de fundação da igreja, realizada no Estádio do Arruda onde compareceram cerca de 40 mil pessoas. No domingo à noite, dia 4, o autor teve outra oportunidade de falar sobre o Dicionário para toda a igreja reunida no encerramento das comemorações.
O pastor Roberto José, preside também a Comadalpe, que segundo o livro histórico lançado na festa dos 80 anos, página 81, é composta de aproximadamente 200.000 de crentes em todo o Estado de Pernambuco entre membros e congregados.
Os pioneiros e os mais recentes pastores de Abreu e Lima constam como verbetes do Dicionário: ANTÔNIO TORRES GALVÃO (pp. 326, 327); AMARO ALEXANDRINO DE SENA (pp. 777, 778); ISAAC MARTINS RODRIGUES (p. 749); e o pastor atual, também presidente do Conselho Fiscal da Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil (CGADB), ROBERTO JOSÉ DOS SANTOS (pp. 768, 769). Exemplares do Dicionário foram vendidos no estande da filial da CPAD em Recife montado no pátio da igreja. Veja as fotos:

AUTOR FAZ PALESTRA NA FAESP

AUTOR FAZ PALESTRA NA FAESP
A convite, o autor do Dicionário do Movimento Pentecostal, Isael de Araujo, esteve dia 26, sábado, na Faculdade Evangélica de São Paulo (FAESP), mantida pelo Ministério da Assembléia de Deus de Belenzinho, São Paulo. O autor fez palestras, das 14:00 às 16:30 horas, sobre o pentecostalismo no mundo e no Brasil, e sobre a história das Assembléias de Deus. Assistiram as palestras, alunos e professores. Entre os presentes, estava Ulla Bergstén, filha do falecido missionário Eurico Bergstén.
Veja fotos abaixo:

SESSÃO DE AUTÓGRAFOS NA CPAD-NITERÓI

SESSÃO DE AUTÓGRAFOS NA CPAD-NITERÓI
O autor respondendo perguntas sobre o Dicionário feitas pelo pastor Alexandre Coelho
A CPAD promoveu uma sessão de autógrafos com o autor do Dicionário do Movimento Pentecostal na manhã de 19 de abril, na filial de Niterói (RJ), gerente Ricardo Santos. O evento foi prestigiado com a presença de pastores, familiares e amigos convidados. O pastor Alexandre Coelho, chefe do Setor de Livros da CPAD e responsável pelos autores nacionais, representou a direção da editora e fez uma entrevista com o autor para que todos presentes conhecessem melhor a obra. Após esta parte, o autor deu autógrafos para os clientes que adquiriram o Dicionário e também foi servido um coquetel para os clientes. Veja abaixo fotos do evento:
Obra de consulta com mais de 1.000 verbetes sobre o pentecostalismo no mundo e no Brasil.

Um livro escrito durante quatro anos. Agora à sua disposição.

Uma ampla visão histórica e cronológica das Assembléias de Deus, seus pioneiros e líderes.
Síntese histórica das principais denominações pentecostais brasileiras (Congregação Cristã, Igreja do Evangelho Quadrangular, Igreja O Brasil Para Cristo, Igreja Pentecostal Deus é Amor, Igreja Universal do Reino de Deus, Igreja Internacional da Graça, e várias outras).
Perfil de homens e mulheres usados por Deus para fundar igrejas e trabalhos pentecostais no mundo e no Brasil.
Perfil dos missionários suecos, noruegueses, finlandeses, americanos e de outras nacionalidades que atuaram no Brasil.
Definição de expressões e temas principais do pentecostalismo.
Síntese histórica das principais denominações pentecostais do mundo.
Grande cronologia do pentecostalismo no mundo desde o Dia de Pentecostes, no século 1 ao século 21.
Grande cronologia do pentecostalismo no Brasil desde o século 19 ao século 21.
Mais de 500 fotos históricas do pentecostalismo no mundo e no Brasil.
A história do pentecostalismo na Suécia, Noruega, Finlândia e Estados Unidos, países que mais influenciaram a igreja pentecostal brasileira.
Todos os verbetes acompanhados de fontes bibliográficas para maiores consultas do leitor.
E muito mais.

Mais que um dicionário, uma verdadeira enciclopédia.

Formato: 16 x 22,7
Páginas: 960
ISBN: 85-263-0883-1
---------------------------------------------------------------------------------

DICIONÁRIO FEZ SUCESSO NA CONVENÇÃO GERAL DAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS EM PORTO ALEGRE (RS)

DICIONÁRIO FEZ SUCESSO NA CONVENÇÃO GERAL DAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS EM PORTO ALEGRE (RS)
Durante a 4ª AGE da Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil (CGADB), realizada de 25 a 28 de fevereiro, na centro de convenções da PUC, em Porto Alegre, o Dicionário do Movimento Pentecostal foi divulgado e vendido no estande da CPAD. O culto de abertura aconteceu no templo da AD de Porto Alegre, presidida pelo pastor Ubiratan Batista Job. No dia 28, o Dicionário foi apresentado pelo pastor Antonio Gilberto para os 4.500 ministros participantes. O autor concedeu autógrafos para os pastores que adquiriram um exemplar.
Veja fotos abaixo:

LANÇADO NA COMADERJ

LANÇADO NA COMADERJ
Pastor Jonas Francisco de Paula, presidente da Comaderj, recebeu um exemplar entregue pelo autor
O autor lançou o Dicionário na Convenção de Ministros das Assembléias de Deus do Estado do Rio de Janeiro (Comaderj), reunida de 14 a 16 de fevereiro, na cidade de Paracambi. O lançamento do Dicionário ocorreu no dia 16 (sábado) para dezenas de pastores e com a presença do pastor José Wellington Bezerra da Costa, presidente da CGADB. Houve também um período de autógrafos no estande da CPAD montado no ginásio onde ocorreram as reuniões convencionais.
Veja fotos abaixo:

DICIONÁRIO É LANÇADO NA CONVENÇÃO DE PASTORES DAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS DE SÃO PAULO - COMADESPE

DICIONÁRIO É LANÇADO NA CONVENÇÃO DE PASTORES DAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS DE SÃO PAULO - COMADESPE
O veterano pastor José Ezequiel da Silva, presidente da Comadespe, é presenteado com um dicionário
O autor esteve presente na 73ª assembléia geral da Comadespe, realizada durante os dias 28 a 31 de janeiro, na aprazível cidade mineira de São Lourenço. A convite do vice-presidente-executivo da Convenção, pastor Carlos Roberto Silva (http://www.pointrhema.blogspot.com/), nos dias 30 e 31, o autor apresentou a obra para cerca de mil pastores e também para cerca de 500 mulheres reunidas no 18º Encontro da Comadespe Feminina, no Hotel Guanabara.
Houve uma grande procura pelo Dicionário e todos exemplares do estande da CPAD foram vendidos.
Veja as fotos:

MARCELO CRIVELLA É PRESENTEADO COM UM DICIONÁRIO E RECEBE UM EXEMPLAR PARA BISPO EDIR MACEDO

MARCELO CRIVELLA É PRESENTEADO COM UM DICIONÁRIO E RECEBE UM EXEMPLAR PARA BISPO EDIR MACEDO
Por ocasião da posse de uma nova secretária municipal (Sueli Amaral) da cidade de São Gonçalo (RJ), em 16 de janeiro, o autor presenteou o bispo e senador Marcelo Crivella, da Igreja Universal do Reino de Deus, com um exemplar do Dicionário do Movimento Pentecostal, numa cortesia da CPAD. Também, o autor entregou ao senador um exemplar dedicado ao bispo Edir Macedo, fundador e líder da Igreja Universal. A prefeita da cidade, professora Aparecida Panisset, que é evangélica, também recebeu um exemplar das mãos do autor.
O senador Marcelo Crivella, a história do bispo Edir Macedo e da Igreja Universal do Reino de Deus constam nas páginas 2, 3, 130 a 132, 374 a 379 e 854 a 857 do Dicionário.

Veja as fotos abaixo:

DICIONÁRIO É LANÇADO NA SEDE DA IGREJA MISSIONÁRIA EVANGÉLICA MARANATA - RIO DE JANEIRO

DICIONÁRIO É LANÇADO NA SEDE DA IGREJA MISSIONÁRIA EVANGÉLICA MARANATA - RIO DE JANEIRO
O autor dedicou um Dicionário ao pastor Paulo Cesar Brito, presidente da Igreja Maranata
Na noite do dia 16 de dezembro, domingo, o autor esteve presente no culto da Igreja Missionária Evangélica Maranata, na Tijuca, Rio de Janeiro. O autor calorosamente recepcionado pelo conhecido pastor e cantor Paulo Cesar Brito. No culto, em que estiveram presentes cerca de 1.500 pessoas e a maioria dos pastores das igrejas Maranata no Rio de Janeiro, o autor teve a oportunidade de apresentar o Dicionário e dedicar um exemplar ao pastor da igreja. Também fez parte do conselho de ordenação de mais um pastor e do reconhecimento de quatro novos pastores que foram integrados ao Ministério da Igreja Maranata. O recém-ordenado pastor, David Nocodem, pregou sobre o dom de línguas e, em seguida, pastor Paulo Brito convidou para vir à frente do altar os crentes que desejavam ser batizados no Espírito Santo. O autor do Dicionário, pastor Isael de Araujo, foi convidado a orar pelas dezenas de pessoas que vieram à frente.
A Igreja Missionária Evangélica Maranata é fruto do movimento de renovação espiritual que se alastrou na década de 60 entre membros de igrejas tradicionais, entre eles, Dr. Acyoli e Zenilda, fundadores da igreja. O avivamento família Brito, de origem presbiteriana, influenciou o ministério de importantes pastores denominacionais, tais como Daniel Bonfim, Cassiano Rodrigues, Vilarindo Lima e Antônio Barbosa Lima. Além de ser a responsável pela conversão ao evangelho de centenas pessoas das classes média e alta do Rio de Janeiro.
Pastor Paulo Brito, também médico, estar na direção da Igreja Maranata desde 1978.
Veja abaixo mais fotos:

LANÇAMENTO NA ASSEMBLÉIA DE DEUS DE BENTO RIBEIRO - RJ

LANÇAMENTO NA ASSEMBLÉIA DE DEUS DE BENTO RIBEIRO - RJ
Pastor Horácio da Silva Júnior recebe um exemplar do Dicionário das mãos do autor, pastor Isael de Araujo
Em 16 de dezembro, das 14:00 às 16:30, o autor esteve presente na última reunião dos obreiros integrantes do Ministério Boa Esperança da Assembléia de Deus de Bento Ribeiro (Rio de Janeiro), com mais de 200 congregações e igrejas filiadas, presididas pelo pastor Horácio da Silva Júnior.
O histórico Ministério da AD de Bento Ribeiro foi fundado pelo pastor Horácio da Silva em 1945 e, em 1976, passou a ser presidido pelo seu filho, pastor Horácio da Silva Júnior.
Pastor Horácio da Silva Júnior, é um conhecido líder das Assembléias de Deus, tendo sido importantes cargos na CGADB e na Convenção das ADs no Rio de Janeiro. De 1987 a 1993, ele exerceu o cargo de diretor-executivo da CPAD.
Abaixo, fotos do lançamento em Bento Ribeiro:

AUTOR DEDICA DICIONÁRIO AO PRESIDENTE DA CONFRADERJ - RIO DE JANEIRO

AUTOR DEDICA DICIONÁRIO AO PRESIDENTE DA CONFRADERJ - RIO DE JANEIRO
Pastor Temóteo Ramos de Oliveira, à direita, agradeceu a homenagem do autor
Na tarde do dia 8 de dezembro, após comparecer à reunião convencional dos pastores membros da Ceader, o autor esteve presente na Assembléia de Deus do Rio de Janeiro, no bairro de Benfica, e homenageou o pastor Temóteo Ramos de Oliveira, presidente da AD local, da AD de Petrópolis, presidente da Confraderj e 2o vice-presidente da Mesa Diretora da Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil.
Veja as fotos:

DICIONÁRIO É APRESENTADO AOS PASTORES DA CEADER - RIO DE JANEIRO

DICIONÁRIO É APRESENTADO AOS PASTORES DA CEADER - RIO DE JANEIRO
O autor ao lado do pastor Samuel Baptista Lessa, presidente da Ceader, e de líderes das Assembléias de Deus no Rio de Janeiro
Os ministros convencionais da Ceader, reunidos em 8 de dezembro na Assembléia de Deus de Belford Roxo (pastor Josivaldo C. de Souza), baixada fluminense, receberam a visita do autor do Dicionário. Pastor Isael explicou o que é a obra e dedicou um exemplar ao presidente da Convenção Estadual. O autor também compareceu à reunião da Ufaderj (União Feminina das Assembléias de Deus no Rio de Janeiro) e falou sobre o trabalho de dezenas de mulheres mencionadas no Dicionário.
Veja abaixo, fotos da visita à Ceader:

05 DE DEZEMBRO

DICIONÁRIO É INDICADO UM DOS DEZ MELHORES ACONTECIMENTOS EVANGÉLICOS DO ANO PELO BLOG DO PR. ALTAIR GERMANO

Leia no Blog do Pr. Altair Germano.

DICIONÁRIO É APRESENTADO PARA CENTENAS DE PASTORES DA ASSEMBLÉIA DE DEUS DO BELENZINHO

DICIONÁRIO É APRESENTADO PARA CENTENAS DE PASTORES DA ASSEMBLÉIA DE DEUS DO BELENZINHO
O autor dedicou um exemplar ao pastor José Wellington Bezerra da Costa, presidente do Ministério da Assembléia de Deus do Belenzinho, na cidade de São Paulo, considerado o maior Ministério assembleiano.
Em 3 de dezembro, o autor esteve presente na tradicional reunião geral do Ministério da Assembléia de Deus do Belenzinho. Mais de 2.000 obreiros (pastores, evangelistas e presbíteros) do grande Ministério estiveram reunidos no último encontro de 2007. O autor deu uma palavra sobre a obra e dedicou um exemplar ao líder da igreja.
Logo após, o autor esteve na filial da CPAD em Belenzinho, autografando os exemplares adquiridos pelos obreiros.

DICIONÁRIO É LANÇADO EM ENCONTRO GERAL DE OBREIROS DA AD DE DUQUE DE CAXIAS - RJ

DICIONÁRIO É LANÇADO EM ENCONTRO GERAL DE OBREIROS DA AD DE DUQUE DE CAXIAS - RJ
Francisco Libório, pastor-presidente do Ministério da Assembléia de Deus de Duque de Caxias, homenageado pelo autor com um exemplar do Dicionário
A histórica AD de Duque de Caxias, que foi pastoreada por Thales Caldas, Belarmino Pedro Ramos e Júlio Henrique Gomes, recebeu em 25 de novembro, a visita do autor do Dicionário do Movimento Pentecostal.
O autor foi convidado para realizar o lançamento da obra na reunião geral dos obreiros (pastores, evangelistas, presbíteros, diáconos e diaconisas) do campo realizada das 14:30 às 17:30.
O autor, acompanhado de sua esposa, Arilene Moraes, e de seus cunhados Derilza (missionária na Argentina) e Paulo Marques, falou para cerca de 500 obreiros sobre a importância da obra.
Todos os exemplares disponíveis foram adquiridos pelos obreiros e vários irmãos fizeram reservas.
O lançamento na igreja de Duque de Caxias, liderada pelo ilustre pastor Francisco Libório, foi um sucesso para a glória de Deus.

AUTOR REALIZA CULTO EM AÇÕES DE GRAÇA E LANÇAMENTO NA ASSEMBLÉIA DE DEUS DE NITERÓI

AUTOR REALIZA CULTO EM AÇÕES DE GRAÇA E LANÇAMENTO NA ASSEMBLÉIA DE DEUS DE NITERÓI
Pastor Isael de Araujo dedicou um exemplar do Dicionário ao pastor-presidente da Adenit, Gessé Adriano da Silva
Em 18 de novembro, aconteceu, na histórica AD de Niterói, no bairro do Fonseca, o culto em ações de graça pelo lançamento do Dicionário do Movimento Pentecostal. Estiveram presentes, além dos membros e obreiros da igreja, vários convidados do autor, entre eles, o pastor Adilson Soares da Fonseca, ex-pastor da igreja, e filho do pioneiro das Assembléias de Deus na região de Niterói e São Gonçalo, pastor Moysés Soares da Fonseca.
Após o culto, houve uma sessão de autógrafos para as pessoas que adquiriram a obra.



O autor, juntamente com a sua família, agradeceu aos membros da igreja onde é pastor-auxiliar, e aos seus familiares e convidados que prestigiaram o evento, as orações e apoio ao trabalho de três anos de pesquisas
Aguarde, em breve, mais fotos do culto na AD de Niterói.

DICIONÁRIO É APRESENTADO NO CENTRO EVANGELÍSTICO INTERNACIONAL

DICIONÁRIO É APRESENTADO NO CENTRO EVANGELÍSTICO INTERNACIONAL
Pastor Custódio Rangel Pires (à direita) agradeceu ao autor a lembrança do seu nome e da família Rangel como um dos verbetes do Dicionário
Em 11 de novembro, domingo pela manhã, pastor Isael de Araujo visitou o Centro Evangelístico Internacional em Icaraí, Niterói (RJ) e homenageou o seu fundador e presidente de honra, pastor Custódio Rangel Pires, com um exemplar do Dicionário. Pastor Custódio Rangel Pires, empresário e dono das indústrias Plastigel, é o presidente da Adhonep e foi diretor executivo da CPAD de 1979 a 1987.

DICIONÁRIO É LANÇADO ENTRE PASTORES DAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS

Em 30 de outubro (terça-feira), ocorreu o primeiro evento de lançamento do Dicionário do Movimento Pentecostal.
O diretor executivo da CPAD, Ronaldo Rodrigues de Souza, apresentou um exemplar para dezenas de líderes das Assembléias de Deus reunidos no 2o Simpósio Jurídico ocorrido no auditório da sede da Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil (CGADB), no bairro de Vicente de Carvalho, no Rio de Janeiro.
Falaram a respeito da obra, o pastor Claudionor de Andrade (gerente de Publicações da CPAD) e o autor, pastor Isael de Araujo.
O pastor Kemuel Sotero Pinheiro, 1o vice-presidente do Conselho Administrativo da CPAD e presidente da AD de Aribiri, Vila Velha - ES, entregou o primeiro exemplar do Dicionário ao pastor José Wellington Bezerra da Costa, presidente da CGADB.
Pastor José Wellington Bezerra parabenizou a CPAD e o autor pelo lançamento, e dedicou a obra a Deus em oração juntamente com todos os pastores presentes.
À tarde do dia 30 e durante todo o dia 31 (quarta-feira), o autor, pastor Isael de Araujo, permaneceu na livraria da CPAD, ao lado da sede da CGADB, autografando para os clientes.

Da esquerda para direita, pastor Kemuel Sotero, o diretor-executivo da CPAD, o pastor José Wellington, o autor e o gerente de publicações da CPAD, apresentando o Dicionário do Movimento Pentecostal

FALE COM O AUTOR

Perguntas ao autor ou sugestões para o Dicionário, escreva para:

isael.araujo@cpad.com.br

VOCÊ TAMBÉM PODE SUGERIR TEMAS PARA ARTIGOS DESTE BLOG. ENVIE SUA SUGESTÃO PARA O AUTOR.